Basílica
 Dados Gerais do Carmo
 Basílica Tombada
 Significado Histórico
 Pobre Matriz Rica
 Basílica na História
 Outras Informações
 Livro da Basílica
 Pinturas
 Iconografia
 Órgão Tamburini
 Coral Vozes do Carmo
 Horários de Missas
 Horários de Confissões
Paróquia
 Histórico
 Párocos
 Pastorais
 Atividades
 Calendário Anual
 Horários
 Batizados
 Casamentos
 Escola Paroquial
 Capela N.Sra.Boa Morte
 Templo Votivo
 
N. Sra. do Carmo
 Festa: 16 de Julho
 Devoção e História
 Novena
 Cânticos
 Oração
 Reza do Terço

 

 

 

 

 

 Recomende este site

 

 

 
 

Cônego Jeronymo Antonio Furian

 

Padre Jeronymo Antonio Furian foi ordenado presbítero no dia 05 de dezembro de 1997, por Dom Gilberto Pereira Lopes, e foi pároco das Paróquias Santo Antônio e Nossa Senhora da Candelária, ambas em Indaiatuba-SP. É formado em Economia e Teologia pela PUC Campinas e foi ecônomo-adjunto da Cúria Metropolitana.  Desde 2004 esteve como reitor do Seminário da Imaculada de Filosofia e capelão do Templo Votivo do Santíssimo Sacramento.

 

Em setembro de 2009, Dom Bruno Gamberini anunciou a nomeação de cônego do padre Jeronymo Antonio Furian, para o cabido metropolitano.

No dia 1º de setembro de 2010,  Dom Bruno Gamberini nomeou Cônego Jeronymo Antonio Furian, como Pároco e Reitor da Basílica Nossa Senhora do Carmo, em Campinas, em substituição a Dom Pedro Carlos Cipolini, novo Bispo de Amparo, eleito pelo Papa Bento XVI.

 

Sua posse foi no dia 02 de outubro de 2010,  na Missa das 17h00, presidida  por Dom Bruno Gamberini.

 

 

 

Palavras de acolhida e boas vindas

 

Dom Bruno Gamberini, Arcebispo de Campinas

Mons. Pedro Carlos Cipolini, Bispo nomeado de Amparo

Cônego Jerônymo Antonio Furian, Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Carmo de Campinas

Amigos e amigas, irmãos e irmãs em Cristo Jesus

 

Aqui venho neste momento importante da vida de nossa Paróquia, e como representante da comunidade do Carmo, dizer palavras de gratidão e de boas vindas. O momento é histórico, e ficará gravado não só nos registros e livros oficiais da Paróquia, mas também no coração e na memória viva deste povo de Deus aqui presente. Hoje, 02 de outubro de 2010, a comunidade do Carmo recebe seu novo pároco, o Cônego Jerônymo Antonio Furian, que sucede ao Monsenhor Pedro Carlos Cipolini, recentemente nomeado bispo de Amparo. Este ato de sucessão paroquial reveste-se de certas formalidades que lhe emprestam um ar de organização humana, de administração temporal. Mas é aqui, neste ponto, que se faz necessária uma visão diferente. Com este ato de sucessão paroquial se manifesta algo muito mais importante. Manifesta-se a vida acontecendo na Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo. O Espírito Santo soprou sobre nós. Sentimos que uma brisa suave paira sobre nossa comunidade. O Senhor está cuidando de seu rebanho. Como é bom ter essa percepção de uma Igreja viva que atua no mundo e que caminha construindo o Reino de Deus. Repito: como é bom pertencer a esta Igreja que tem uma mensagem para todas as gentes, que tem uma resposta a dar a um mundo tão materializado e desorientado. Tivemos a oportunidade de perceber isso na recente viagem que o Santo Padre o Papa Bento XVI fez à Grã-Bretanha. Os jornais britânicos trataram com hostilidade a visita do papa fazendo uma preparação negativa. Falavam de possíveis polêmicas e oposições da sociedade.  Mas, que surpresa tiveram! Conviveram alguns dias com um homem aberto ao diálogo, firme na fé e defensor da razão. Um homem, guardião de uma verdade capaz de saciar a sede que o mundo tem. Em suma, um homem cujo coração está pleno de Deus. Terminada a visita papal os jornais reconheceram a grandeza e o valor daquele homem de branco. E isso não significa que o papa cedeu aos modismos e relativismos contemporâneos. Ao contrário. Aos estudantes falou da importância da sabedoria no ensino e convidou-os a serem santos e se relacionarem com Deus ao invés de buscarem apenas a riqueza ou a fama. Aos jornalistas que o acompanharam no vôo papal disse que “a Igreja não deve preocupar-se tanto em se mostrar forte e atrativa, mas transparecer totalmente a pessoa e as palavras de Jesus Cristo”. Se o fizer, “fez seu dever, realiza sua missão e não tem motivo algum para ter medo”. Transparecer Jesus Cristo. Este é o grande segredo. Cônego Jerônymo, nossa comunidade quer transparecer Jesus Cristo, e o senhor vai nos ajudar a conseguir isso. Seja bem vindo. Nós o esperávamos com muita alegria e agora estamos tranquilos.

 

Monsenhor Pedro, hoje termina uma etapa de estreita convivência entre o senhor e a comunidade do Carmo de Campinas. O nosso sentimento é um sentimento de amizade e gratidão por tudo o que o senhor fez por nós nestes 10 anos de convivência. Despedidas costumam ser tristes. No entanto sabemos que sua ascensão ao episcopado é uma predileção de Deus, e por isso nos alegramos. Queremos abraçá-lo com sincero sentimento de amizade e desejar-lhe pleno êxito na condução da Igreja de Amparo.

 

Dom Bruno, a nossa comunidade paroquial também quer dirigir ao senhor um agradecimento muito grande pelo carinho com que o senhor nos acolhe em seu coração. Sempre o vemos muito acessível, muito amigo. Obrigado por ter provido a Paróquia com um sacerdote como Cônego Jerônymo. Podemos imaginar as dificuldades de remanejamento na Diocese. A tarefa é humana e difícil, mas fica fácil quando realizada na docilidade da sujeição à vontade de Deus. Muito obrigado!

 

Campinas, 02 de outubro de 2010.

 

Sebastião Ximenes Júnior

 

 

 

 

 

Saiba mais

Pároco Atual  

Liturgia Dominical  

  Liturgia Diária  

Horários da Basílica  

Carmelitas em Campinas  

Imagens e Idolatria  

Links  
  AVISOS  
Escapulário

Origem  

Espiritualidade

 

 

 

 

 

 

Google

 

 

 

 

 

 

 

 
© desde 25/12/2006 - Basílica Nossa Senhora do Carmo - Campinas - SP - Brasil